Zubeldía pediu pacotão de 4 nomes para reforçar pra Libertadores

Luis Zubeldía foi contratado para assumir o lugar de Thiago Carpini, demitido após maus resultados. O argentino de 43 anos chegou em alta ao Brasil, já que ele é o atual campeão da Copa Sul-Americana pela LDU de Quito, tendo, inclusive, eliminado o SPFC de Dorival nas quartas e o Fortaleza, na decisão. Também levantou o Campeonato Equatoriano do ano passado.

Ele chegou a estar na pauta do Tricolor no início do ano, mas o próprio treinador estava indeciso se queria ou não trabalhar de forma imediata após a saída da equipe do Equador. Agora no SPFC, Zubeldía lutará por nada mais nada menos do que a Libertadores da América.

Por sinal, ele já estava fazendo o planejamento da LDU para disputar o torneio, antes de decidir que não renovaria o contrato com o clube de Quito. Por sinal, Alexandre Zanquetta, dono da página Blog do São Paulo, conversou com alguns intermediários e obteve acesso a alguns nomes que agradam o treinador e foram ventilados na LDU.

Vale destacar que nenhum deles possui qualquer relação com o São Paulo. Todos foram sugeridos por Zubeldía na época em que ele estava na LDU. Claro que ele pode acabar sugerindo os mesmos para a diretoria são-paulina, mas isso não vem ao caso neste momento. 

Confira jogadores pedidos por Zubeldía

O primeiro pedido de Zubeldía foi a renovação de contrato com Renato Ibarra. O jogador atua como ponta direita e era peça fundamental de seu time. Depois, o argentino solicitou a contratação do meia Romário Ibarra, jogador de 29 anos que defende o Independiente Del Valle e é titular. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O próximo atleta a compor a “pista de desejos” de Zubeldía é o centroavante Nilson Angulo. O jogador possui apenas 20 anos de idade e defende as cores do Anderlecht, da Bélgica. Apesar de ser pivô, possui uma boa mobilidade com e sem bola. Por fim, o último pedido do argentino foi a contratação do zagueiro Luis Fernando Leon, do Emelec, conhecido por marcar muitos gols e ser ofensivo. 

“OBS: Não há nenhuma menção destes nomes com o São Paulo hoje. Serve como referência de estilos e da lista que ele pediu ao seu antigo time para disputar o torneio continental”, destacou Alexandre Zanquetta.