Zubeldía pede e emprestados podem voltar ao São Paulo

Luis Zubeldía foi apresentado como técnico do São Paulo após a demissão de Thiago Carpini. O argentino de 43 anos deve aprofundar seu estilo de jogo de acordo com as peças que estiverem disponíveis no elenco. Para isso, todos os atletas devem estar em condições de jogo.

A ideia do treinador é entender as características de cada jogador para, caso necessário, conversar com a diretoria em relação a reforços na próxima janela de transferências. Contudo, ele poderá receber reforços que ainda pertencem ao São Paulo.

Isso porque o Tricolor conta com diversos jogadores emprestados a outros clubes. Caso eles não sejam comprados, retornam ao SPFC para serem analisados pela comissão técnica. Se forem aprovados, voltam a vestir a camisa tricolor.

É o caso, por exemplo, do volante Jhegson Méndez, que atualmente defende o Elche, da Espanha, do lateral Orejuela, do Independiente Medellín, e do meia Liziero, do Yverdon. Raí Ramos, que vive boa fase no Ceará, também pode ser reintegrado, embora deva receber propostas de venda.

Destes, Méndez é o que tem mais chances de voltar. Isso porque ele não vem sendo utlizado no clube espanhol. Foi contratado a custo zero em 2023, e apesar de ter sido titular absoluto sob o comando de Rogério Ceni, caiu de produção e passou a ser reserva com Dorival Júnior.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

De acordo com informações divulgadas pelo jornalista Alexandre Zanquetta, o São Paulo não deve pedir o retorno de Luan, que está emprestado ao Vitória, Gabriel Neves, que joga no Independiente, e Pedro Vilhena, do Sport. Todos estão emprestados até o final de dezembro.