Zagueiro Bremer comenta sobre briga na Seleção Brasileira

Cria das divisões de base do São Paulo e dono de boas passagens por Atlético Mineiro e Torino, o zagueiro Bremer hoje brilha com as cores da gigante Juventus. O ótimo rendimento dentro do futebol italiano rendeu uma esperada convocação para defender a Seleção Brasileira na disputa da Copa América nos Estados Unidos.

Titular na vitória por 3 a 2 sobre o México no último fim de semana, Bremer ficou no banco de reservas no empate por 1 a 1 com os Estados Unidos nesta quarta-feira (12) e não ficou em cima do muro sobre o que espera para o início da competição. Segundo ele, Dorival deverá colocá-lo no banco em um primeiro momento.

“Venho trabalhando para isso desde quando cheguei na Juventus há dois anos, acho sim que estou preparado para essa oportunidade. Acho que não vou partir como titular, mas estarei preparado. Eu tenho pouco tempo na Seleção, quero contribuir seja nos treinos ou nos jogos e fazer minha história aqui”, afirmou o zagueiro.

Para a disputa da Copa América, Dorival Jr. convocou outros quatro defensores: Beraldo (PSG), Éder Militão (Real Madrid), Gabriel Magalhães (Arsenal) e Marquinhos (PSG). No confronto contra os norte-americanos, o ex-técnico do São Paulo montou a linha defensiva com Danilo, Marquinhos, Beraldo e Wendell.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Dez vezes campeão do torneio, o Brasil está presente no Grupo D ao lado de Paraguai, Costa Rica e Colômbia. A estreia da Seleção está marcada para o dia 24, às 22h (de Brasília), contra os costarriquenhos. O duelo acontecerá na cidade de Los Angeles, na Califórnia.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.