Wellington Rato ficou há um SIM de jogar ao lado de Cristiano Ronaldo

As movimentações do São Paulo na última janela de transferências tornaram-se tema de vídeo do jornalista André Hernan em seu canal oficial no Youtube nesta terça-feira (5). Nele, o profissional analisa o fato do clube ter optado por não negociar seus principais nomes do elenco graças a um pedido do técnico Dorival Jr.

Ao longo do mês de agosto, o Tricolor negou propostas pelo quarteto formado em Cotia composto por Lucas Beraldo, Welington, Rodrigo Nestor e Pablo Maia. Além deles, o atacante Luciano também não foi liberado para negociar uma possível saída para o Al-Nassr, um dos principais clubes da endinheirada Arábia Saudita.

O que pouca gente sabia é que o time que hoje conta com estrelas como Cristiano Ronaldo, Sadio Mané, Anderson Talisca, Aymeric Laporte e Marcelo Brozović também tentou a contratação de um outro atacante são-paulino: Wellington Rato. Segundo Hernan, o São Paulo mais uma vez fechou as portas para o interesse saudita.

Contratado em dezembro do ano passado após excelente temporada pelo Atlético-GO, Rato custou R$ 5 milhões aos cofres do São Paulo. Em 2023, ele é o atleta mais utilizado no elenco com 48 partidas disputadas. Ao todo, o atacante já acumula cinco gols marcados e oito assistências distribuídas desde sua chegada ao Morumbi.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Atacante do São Paulo pensou em abandonar a carreira

Se hoje Wellington Rato é um dos principais nomes do elenco do São Paulo, a realidade do jogador foi bastante diferente há quatro anos. Defendendo o Joinville em 2019, o atacante sofreu com atrasos de salário e viu sua família retornar ao Rio de Janeiro, seu estado natal. Desiludido, Rato pensou em encerrar a carreira precocemente.

“Pensei em parar. O pior momento foi em 2019. Tive uma lesão na coxa e outros fatores pesaram. Estava com atraso de salário e sem moradia. Aquilo bateu um desânimo, porque tive que colocar minha esposa e meu filho de volta para o Rio de Janeiro e passei a morar no alojamento do clube, sem nada”, revelou.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.