Vazou: nova possível data para técnico da Seleção Brasileira ser anunciado

Sem técnico desde a saída de Tite após a eliminação para a Croácia na Copa do Mundo de 2022, a Seleção Brasileira ainda busca o treinador ideal. Por sinal, a procura pode durar até 2024 segundo o jornal espanhol Marca. Isto porque o presidente da CBF,  Ednaldo Rodrigues, aceitaria esperar o final de contrato do italiano Carlo Ancelotti, que se encerra com o Real Madrid em julho de 2024. Desta forma, ele assumiria o Brasil pouco antes da Copa América. 

Após a eliminação para o Manchester City na Champions League, houve uma reunião no clube entre o italiano e Florentino Pérez, presidente do Real Madrid. Ambos discutiram sobre o futuro, e ao que tudo indica, Ancelotti continuará no clube merengue. 

Quando perguntado em relação a seu futuro, Ancelotti foi claro, e garantiu que comandará o Real Madrid na próxima temporada. “Me encontrei com Florentino Pérez e ele segue me apoiando e confiando em mim. O clube me garantiu que continuarei, o mundo inteiro sabe que tenho contrato aqui e eu quero continuar”, disse.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Mesmo não tendo vencido a Liga dos Campeões ou o Campeonato Espanhol, ele avaliou a temporada de uma forma positiva no geral, citando os três títulos conquistados. “Poderia ter sido melhor, mas foi boa.  É claro que não estamos satisfeitos com a campanha no Espanhol, mas lutamos até o fim nas outras competições e vencemos três delas (Mundial de Clubes, Copa do Rei e Supercopa da Europa)”.

Plano B para assumir o Brasil

Caso a CBF não decida esperar por Carlo Ancelotti, a confederação voltará seus olhos para as outras opções. Dentre os especulados, estão alguns estrangeiros, como os portugueses José Mourinho (Roma), Abel Ferreira (Palmeiras) e Jorge Jesus (Portugal).

No caso dos brasileiros cotados, estão Fernando Diniz, atualmente no Fluminense, e Dorival Júnior, que comanda o São Paulo há cerca de um mês, e vem colecionando ótimos resultados.