VAR pode ser EXPULSO do Brasil após BOMBA na Inglaterra

De acordo com os principais veículos esportivos da Inglaterra, os 20 clubes da Premier League vão decidir em uma votação, marcada para o próximo dia 6 de junho, se querem ou não a continuidade do VAR na competição. A sugestão, realizada pelo Wolverhampton, caiu como uma verdadeira bomba dentro do futebol brasileiro.

Isto porque, como a Premier League é a principal liga de futebol na atualidade, uma possível mudança na Inglaterra pode acarretar em um verdadeiro efeito dominó no resto do mundo. Implantado em 2019 na elite do futebol inglês, o VAR tem sofrido com críticas, principalmente no tempo gasto para as decisões.

Em nota, o Wolverhampton, 13º colocado na atual temporada, argumenta que o VAR foi criado “de boa fé”, mas gerou “numerosas consequências negativas não intencionais que estão prejudicando a relação entre torcedores e o futebol”. Para uma mudança definitiva, 14 dos 20 clubes devem se mostrar a favor da sugestão.

Em fevereiro, Tony Scholes, atual diretor de futebol da liga inglesa, admitiu a insatisfação dos clubes: “Já consultamos os técnicos e temos duas reuniões por ano e fazemos uma visita às equipes. Na nossa última reunião com técnicos, um deles perguntou: ‘Não temos ideia de onde estamos agora com a lei da mão na bola'”.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

No Brasil, a tecnologia também sofre com inúmeras críticas por conta da grande interferência no tempo de jogo e até por decisões consideradas equivocadas. Com o Brasileirão apontando apenas seis rodadas até aqui, o uso da ferramenta já foi apontado como culpado por grandes confusões protagonizadas pelos árbitros.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.