Vagner Love revelou porque foi dispensado da base do São Paulo

Cria das divisões de base do Palmeiras e com boas passagens por CSKA Moscou, Flamengo, Shandong Luneng, Corinthians, Monaco e Sport Recife, o experiente Vagner Love hoje defende as cores do Atlético-GO na Série A do Campeonato Brasileiro. Rival do São Paulo por inúmeras oportunidades, ele por pouco não atuou no Morumbi.

Em 2015, quando contou com sua primeira passagem pelo arquirrival Corinthians, Love revelou, em entrevista ao portal R7, que passou três meses treinando na base do São Paulo e que só deixou o clube por conta de uma divergência entre agentes e o então presidente. Sem permanecer, ele retornaria ao Rio, seu estado natal.

“Eu estava feliz da vida Falava ‘cara, São Paulo’. A estrutura da base do São Paulo sempre foi referência. Muito à frente de todos. Aquilo lá era um mundo para mim. Fiquei treinando, disputei um campeonato juvenil no Sul. Quando voltei desse campeonato já me colocaram para treinar com os juniores”, iniciou o atacante.

O goleador ainda concluiu revelando o motivo: “Um diretor pediu dinheiro para o presidente (na época, Paulo Amaral). Disse ‘olha tem um jogador aí na base que tem de assinar contrato e o empresário pediu ‘tanto’. Era mentira. Ele não pediu nada. Eu só queria estar lá. Fazer o contrato e ficar lá. O presidente não quis pagar”.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.