Urgente: Ídolo do São Paulo acaba de ser condenado na Justiça e perde casa

Campeão brasileiro pelo São Paulo em 1977 e tricampeão paulista em 1975, 1980 e 1981, o ex-atacante Serginho Chulapa cravou seu nome na história do clube ao se tornar o maior artilheiro da história do Tricolor Paulista. Ao todo, foram incríveis 242 gols marcados em quase 400 jogos disputados entre 1973 e 1982.

Hoje, 30 anos depois de pendurar as chuteiras, o antigo artilheiro vive situação financeira delicada. Tanto que, na última sexta-feira (25), teve um imóvel tomado pela Justiça por conta de uma dívida avaliada em R$ 725 mil. A decisão foi tomada pelo juiz Renato de Abreu Perine em um processo que corre desde 2004.

Assim, o imóvel, localizado no Condomínio Edifício Goya, na Vila Olímpica, em São Paulo, será transferido de volta ao credor. O processo não cabe recurso e afetará diretamente a ex-mulher de Chulapa e seus filhos, que ainda residiam no local. Segundo informações do UOL Esporte, as despesas não eram pagas pelo ex-jogador há 27 anos.

Aposentado desde 1993, Chulapa se dedicou a vida de técnico desde então. Ele chegou a comandar Santos, Portuguesa Santistas e Sãocarlense entre 1994 e 2001. Após isso, tornou-se auxiliar técnico e emplacou trabalhos no Peixe, onde tornou-se figura cativa no CT Rei Pelé.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Confira a lista de maiores artilheiros da história do São Paulo

1º Serginho Chulapa – Centroavante – 242 gols marcados
2º Gino Orlando – Centroavante – 233 gols
3º Luis Fabiano – Centroavante – 212 gols
4º Teixeirinha – Ponta esquerda – 188 gols
5º França – Centroavante – 182 gols
6º Luizinho – Ponta direita – 173 gols
7º Müller – Meia atacante – 160 gols
8º Leônidas – Centroavante – 144 gols
9º Maurinho – Ponta direita – 136 gols
10º Rogério Ceni – Goleiro – 131 gols
11º Raí – Meia – 126 gols
12º Prado – Ponta direita – 125 gols
13º Pedro Rocha – Meia – 123 gols
14º Careca – Centroavante – 115 gols
15º Dino Sani – Volante – 113 gols

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.