Urgente: Crespo decide voltar ao São Paulo

Mesmo após a vitória contra o Cobresal, do Chile, pela Libertadores da América, a torcida do São Paulo saiu do MorumBis descontente com a atuação da equipe. Por sinal, o técnico Thiago Carpini vem sendo muito questionado.

Inclusive, ele foi xingado antes e depois do duelo pelos são-paulinos. A situação nas redes sociais é a mesma, e muitos pedem pela demissão do treinador, algo que segundo o jornalista André Hernan, teria acontecido em caso de tropeço contra o time chileno.

Pressionado, diversos nomes estão sendo especulados como possíveis substitutos de Carpini em caso de demissão. Um deles é o de Juan Carlos Osório, que recentemente foi demitido do Athletico-PR. Ele acumula passagem pelo Tricolor em 2015.

Todavia, de acordo com informações divulgadas pelo jornalista Jorge Nicola, Hernán Crespo teria se oferecido para retornar ao Tricolor, clube o qual esteve a frente em 2021.

Atualmente, o argentino está no comando do Al-Ain, dos Emirados Árabes. O trabalho é positivo, já que seu time alcançou a final da Copa dod Emirados Árabes e a semifinal da Liga dos Campeões da Ásia. No segundo torneio citado, o Al-Ain enfrentará o Al-Hilal, equipe comandada por Jorge Jesus e que conta com Neymar, que está machucado.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Crespo conta com campanha e apoio da torcida para retornar

Dito isso, uma fonte de dentro do São Paulo teria revelado a Nicola que Crespo teria oferecido seus serviços para retornar ao MorumBis. Contudo, ele quer encerrar a temporada atual, no final de abril, para, aí sim, negociar com o Tricolor. 

Henrique Gomes, conhecido como Baby, principal líder da Torcida Independente, publicou, em suas redes sociais,  uma mensagem dizendo para os tricolores fazerem campanha pela volta de Crespo.

Apesar do carinho, ele não é unanimidade no MorumBis, muito por conta da situação da equipe na época de sua demissão (eliminações na Copa do Brasil e Libertadores), além da péssima situação no Campeonato Brasileiro. Ao todo, ficou 10 meses no São Paulo, com 24 vitórias, 19 empates e 12 derrotas, um aproveitamento de 57%.