Única condição para tirar Galoppo do São Paulo é exposta


Se aproximando cada vez mais da janela de transferências de julho, o São Paulo já iniciou algumas movimentações no mercado da bola. Além de ficar de olho em jogadores que podem pintar no Morumbi, o Tricolor também pode fazer alguns negócios e decretar saídas internas. 

Um dos nomes mais especulados nos últimos meses é o de Giuliano Galoppo. O atleta, que tinha sido deixado de lado por Thiago Carpini, se tornou uma peça importante para Luis Zubeldía. Durante seu tempo afastado dos 11 titulares, chegou a ser colocado como possível reforço do Boca Juniors e de três clubes italianos. 

Com a chegada de Zubeldía e o aumento de seus minutos dentro de campo, Galoppo espera ficar no Tricolor. Pelo menos é o que garante o jornalista Alexsander Vieira, que destacou que o argentino está feliz no clube.

Mesmo assim, nenhum jogador é “inegociável” no elenco, e Galoppo pode acabar sendo vendido em caso de uma proposta irrecusável. O jornalista divulgou que a ideia do argentino é “fazer seu nome” no SPFC para, aí sim, se mudar para a Europa. Porém, o Tricolor deve analisar as propostas financeiramente boas. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

SPFC quer recuperar valor investido no argentino

O São Paulo não deve aceitar qualquer oferta pelos serviços de Galoppo. O meia foi contratado em 2022 por 6 milhões de dólares (R$ 32 milhões na época), se tornando a compra mais cara de toda a história do clube. Ele era destaque do Banfield na época.

Atualmente, o valor de mercado de Galoppo é avaliado em 7 milhão de euros, ou seja, praticamente de R$ 40 milhões na cotação atual. A informação é do site Transfermarkt, que é especializado no mercado da bola.

Galoppo atuou em 19 partidas ao longo desta temporada. Acabou marcando um gol (de pênalti) e mais duas assistências distribuídas. Os números são piores em comparação ao ano passado, quando balançou as redes em oito oportunidades e deu dois passes para gol em 11 jogos. Acabou perdendo o restante da temporada por conta de uma lesão grave no joelho, sendo obrigado a operar.