Tricolor manda carta a CBF e entidade revela áudios do VAR

0

Enfim os áudios da cabine do VAR da partida entre São Paulo e Ceará foram divulgados pelo CBF. O Tricolor teve de mandar um ofício a entidade já que estavam demorando mais do que o normal para publicar os áudios.

Desde o início do Brasileirão, a CBF tem adotado o hábito de divulgar os áudios do VAR dos jogos cerca de dois dias depois após os confrontos. Logo, o áudio do jogo do Tricolor devia ter sido liberado na segunda, o que não ocorreu.

Dois lances geraram dúvidas do Tricolor

Os lances que o Tricolor tinham curiosidade em analisar novamente foram o gol impedido de Calleri, após toque de mão de André Anderson e o gol de empate do Ceará, que contava com posição duvidosa de Mendonza.

Referente ao gol anulado do São Paulo, o critério do toque de mão aplicado a André Anderson foi questionado. Após análise do VAR, o árbitro de campo justificou sua decisão.

“Isso daqui é uma mão voluntária, sim. A mão está aberta, ampliando o espaço”, analisou Bruno Arleu.

Já no gol do Ceará, a condição era apertada, porém, em menos de um minuto o juiz do VAR, Pablo Ramon, apontou o gol legal.

O empate custou ao São Paulo a liderança do campeonato naquele momento, mesmo que provisória.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino e siga o melhor site sobre o Tricolor no Instagram.

- Publicidade -