Tite abriu negociações para treinar o São Paulo

Ídolo do Corinthians e dono de marcante passagem no comando da Seleção Brasileira, Adenor Leonardo Bachi, o Tite, estará à frente do Flamengo na noite desta quarta-feira (06) contra o São Paulo. Buscando uma vaga direta para a fase de grupos da próxima Copa Libertadores, o técnico confidenciou quase ter trabalhado no Tricolor.

Tudo aconteceu no longínquo ano de 2003. Com o São Paulo sem treinador após a demissão de Oswaldo de Oliveira, foi Tite quem se tornou favorito ao cargo após deixar o comando do Grêmio, por onde despontou no cenário nacional ao conquistar a Copa do Brasil em 2001. O acordo, no entanto, não saiu do papel por rejeição do próprio Tite.

“Muita gente falou que o problema com o São Paulo foi a grana, mas não é verdade. Cheguei a ir até a casa do Juvenal para conversar, mas a direção gostaria que eu assumisse imediatamente. Eu não tinha condições porque minha esposa estava grávida e havia acabado de perder o bebê”, explicou o técnico em entrevista ao portal ge.

Tirando período sabático, Tite iniciaria sua história dentro do futebol paulista meses depois ao trabalhar no São Caetano. No ano seguinte, comandaria o Corinthians, equipe por onde faria história a partir de 2010. No Parque São Jorge, acumularia conquistas como a Copa Libertadores da América e o Mundial de Clubes de 2012.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.