Sócio do Porta dos Fundos e ex-dirigente do Flamengo cita o São Paulo e critica a direção flamenguista

Vice-presidente de comunicação do Flamengo entre 2015 e 2017, o publicitário Antonio Tabet não poupou críticas a atual diretoria do clube carioca em uma de suas redes sociais. Hoje se dedicando a projetos pessoais, como o Porta dos Fundos e o Canal GOAT, o ex-dirigente chegou a citar o São Paulo em uma longa exclamação.

Na visão de Tabet, enquanto outros clubes se movimentam no mercado de transferências, o Flamengo tem tido uma outra preocupação: apagar os focos de crises que constantemente tem atingido os bastidores do clube. Em clara crítica a Marcos Braz, atual vice-presidente de futebol, o publicitário ironizou a briga do dirigente com um torcedor.

“Al-Hilal contratou Jorge Jesus.. São Paulo contratou Lucas. River contratou Lanzini. Fiorentina contratou Mina. Sassuolo contratou Viña. Palmeiras quer Bruno Henrique. Fluminense quer Everton Ribeiro. Flamengo…? Bem… o Flamengo tá só mordendo virilha mesmo”, ironizou.

No início desta semana, Marcos Braz se envolveu em uma grande confusão em um shopping da Zona Oeste do Rio de Janeiro. Acompanhado de sua filha, o dirigente foi reconhecido por três homens que se identificaram como integrantes de uma torcida organizada. Se sentindo ameaçado, Braz agrediu um dos envolvidos com a ajuda de amigos.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Dirigente não será demitido do Flamengo

Mesmo com a enorme confusão, Marcos Braz não corre risco de demissão no Ninho do Urubu. Segundo os jornalistas Fred Gomes, Letícia Marques e Thiago Lima, do portal GE.com, a alta cúpula do Flamengo enxerga que ele foi vítima na história e que foi alvo de uma “armação”. Por esta razão, Braz permanecerá com o cargo.

Braço direito do presidente Rodolfo Landim, Braz permanecerá como homem forte do elenco rubro-negro. Com ou sem o título da Copa do Brasil, ele será o responsável pela eventual reformulação no elenco ou na comissão técnica para a próxima temporada. O quadro só mudará caso o próprio dirigente peça demissão do clube.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.