São Paulo volta atrás sobre James Rodriguez 


Atual presidente do São Paulo, Julio Casares foi nomeado como chefe de delegação da Seleção Brasileira nesta Copa América, realizada nos Estados Unidos. Em entrevista à ESPN após o empate entre Brasil e Colômbia, o mandatário comentou sobre a situação de James Rodríguez.

O atleta foi contratado em julho do ano passado pelo Tricolor e ainda não conseguiu se firmar como uma peça importante, mesmo sendo comandado por três treinadores diferentes: Dorival Júnior, Thiago Carpini e Luis Zubeldía. 

Seu último jogo pelo SPFC foi no final de abril, quando entrou nos últimos minutos no empate contra o Palmeiras. Sua saída, dada como certa, pode acabar indefinida após o encontro com Casares no Levi’s Stadium. 

“É um grande jogador, por isso que foi para o São Paulo. Estamos aguardando. Ele veio me dar uma abraço, achei generoso por parte dele de vir até o vestiário me abraçar. Acho que é um grande jogador, de nível internacional”, começou por dizer. Quem sabe? Depende! Conversamos… Depois da Copa América todos temos que sentar e conversar. Ele ainda é atleta do São Paulo e vamos esperar a Copa América terminar”, disse o mandatário. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O que disse James a Casares

Além disso, Casares revelou o que o colombiano disse a ele durante o encontro. Vale destacar que, caso Brasil e Colômbia avancem de fase, ambos se encontrarão novamente visando à decisão, que será realizada em Miami, na Flórida.

“Ele veio me dar um abraço, me dar uma camisa. Dizer que nosso time é forte e, provavelmente, vamos nos cruzar na semifinal. É um amigo e um grande profissional. Nós acreditamos que certamente faremos uma semifinal”, finalizou.