São Paulo vai pagar R$ 28 milhões pelo título

Depois de muitos anos na fila esperando um título de relevância nacional, o torcedor são-paulino soltou o grito de campeão. Neste domingo (24), o São Paulo levantou o troféu da Copa do Brasil 23 anos depois da primeira final.

A campanha do Tricolor foi histórica, já que, sob comando do técnico Dorival Júnior, eliminou tribais como Palmeiras e Corinthians, além de ter batido o Flamengo, atual campeão da Libertadores, na finalíssima.

Agora, o Tricolor ganhou vaga automática na fase de grupos da próxima edição da Libertadores. A última vez que disputou o torneio foi em 2021, quando nas quartas de final para o Palmeiras.

Além do prestígio e da vaga no torneio mais importante do continente sul-americano, o São Paulo recebeu uma verdadeira bolada. Foram R$ 70 milhões embolsados apenas por vencer a final, totalizando cerca de R$ 88 milhões recebidos na campanha inteira.

Além disso, o Tricolor embolsou um recorde absoluto tanto em público presente no Morumbi quanto em bilheteria. Com mais de 63 mil torcedores, incluindo 3,5 mil flamenguistas, o SPFC embolsou R$ 24 milhões com a venda de ingressos.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Jogadores, comissão técnica e funcionários irão embolsar maior prêmio já visto

Por ter conquistado um título tão importante na história do clube, a diretoria não poupou o bolso e pagou uma bolada aos jogadores, comissão técnica e funcionários. De acordo com informações divulgadas pelo jornalista Jorge Nicola, os citados irão dividir um prêmio de R$ 28 milhões.

Nenhum time da história pagou tanto aos atletas por um “bicho” de premiação, até porque nenhum torneio paga tanto igual o torneio nacional. Precisando de dinheiro após não vender jogadores nesta temporada, a conquista da Copa do Brasil foi de suma importância tanto no lado de prestígio e emocional quanto no financeiro.