São Paulo vai à CBF e cobra possível erro de arbitragem

Insatisfação. Esta é a palavra da vez nos bastidores do São Paulo. Indignada com a anulação do gol marcado por Jonathan Calleri na partida frente ao Internacional na noite desta quinta-feira (13), a diretoria do presidente Julio Casares protocolou, junto à CBF, um ofício em que questiona a arbitragem e o VAR da partida.

Aos sete minutos do segundo tempo, Lucas cruzou da direita para a área colorada e Calleri completou a jogada de cabeça. A anulação do gol gerou reclamação imediata do lado tricolor. O vídeo divulgado pela entidade mostra a equipe de arbitragrem buscando o posicionamento dos atletas e traçando as linhas de impedimento.

A análise é de lance ajustado, mas com o artilheiro são-paulino em posição irregular. A decisão de campo, de impedimento, foi então mantida após revisão do VAR. Com o gol anulado, o São Paulo ficou apenas no 0 a 0 com o Internacional e caiu para a quinta colocação, saindo do G4 e estacionando nos 14 pontos.

Técnico do São Paulo falou sobre o lance

Um dos que não deixaram de falar sobre o polêmico gol anulado foi o técnico Luis Zubeldía. Em sua entrevista coletiva após o término da partida no Estádio Heriberto Hülse, o argentino disse acreditar que Calleri tinha condições de jogo e que o lance foi mal anulado.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“Lamentavelmente, pela linha que traça o VAR, parece que o Calleri estava adiantado. Mas tenho a sensação de que Calleri estava habilitado. Sou fã do VAR, mas gostaria que não começassem a traçar a outra linha com a primeira traçada. Creio que uma pincelada para um lado ou clique para o outro, determina tudo”, disse.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.