São Paulo toma decisão sobre a contratação de Crespo

Apesar do respaldo do elenco, Thiago Carpini deve ser demitido em caso de derrota nesta quarta-feira (17), quando o São Paulo encara o Flamengo, às 21h30, no Maracanã. A diretoria nega, mas a separação deve ser inevitável em caso de mais um resultado negativo pelo Campeonato Brasileiro.

A cúpula são-paulina  já estaria mapeando o mercado em busca de nomes em caso da demissão do treinador de 39 anos. Veteranos brasileiros estão descartados, como Vanderlei Luxemburgo, Felipão e Mano Menezes. 

O Tricolor deseja a contratação de um estrangeiro, seja ele sul-americano ou português. Por sinal, o clube entrou em contato com Carlos Carvalhal. Rui Vitória e Diego Alonso, mas ouviu uma resposta negativa de todos, que dão preferência à continuidade na Europa.

Uma boa parte dos torcedores comentou sobre a possível volta de Hernán Crespo. O argentino comandou o Tricolor em 2021, vencendo o Campeonato Paulista. Acabou demitido por conta dos resultados ruins no restante das competições.

O nome chegou a ser sugerido por alguns dirigentes, mas a situação ainda é complicada. Isso porque o São Paulo sequer quitou as parcelas da rescisão e contrato assinada em 2021. Além disso, ele comanda o Al-Ain, dos Emirados Árabes Unidos, clube que pretende renovar seu contrato em breve.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Qual é a multa para demitir Carpini?

Com a demissão cada vez mais perto, o São Paulo já se prepara para lidar com a multa de Thiago Carpini, que é avaliada em aproximadamente R$ 1 milhão. O montante é o mesmo que o clube pagou para tirá-lo do Juventude em janeiro.

O fato curioso é que Carpini teve um bom começo no clube, vencendo o Corinthians na Neo Química Arena e quebrando o tabu que durava quase dez anos, além de ter conquistado a Supercopa do Brasil em cima do Palmeiras