São Paulo surpreende e Rafinha treina em separado

Contratado como substituto de Dorival Júnior, que aceitou o convite da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para ser o novo comandante da Seleção Brasileira, Thiago Carpini continua o trabalho no CT da Barra Funda visando o início da temporada.

O Tricolor estreia no Campeonato Paulista neste sábado (20), diante do Santo André, no Morumbi, às 20h. Vale lembrar que o jovem treinador também disputará a final da Supercopa do Brasil  contra o Palmeiras, no dia 4 de fevereiro (domingo), no Mineirão, em Belo Horizonte.

Enquanto isso, ele dá continuidade às atividades no CT da Barra Funda. De acordo com divulgação do ge, grande parte do elenco são-paulino focou em trabalhos físicos e técnicos em campo reduzido nesta terça-feira (16). 

Contudo, o lateral Rafinha, além de Moreira e Michel Araújo, realizaram treinos individuais e separados em relação ao restante do grupo. Ainda segundo a mesma fonte, eles fizeram um controle de carga, prática comum durante a pré-temporada, visando igualar a condição física de todos os atletas.

Além disso, Thiago Carpini promoveu uma atividade de 11 contra 11, ou seja, uma espécie de simulação da partida. O treinador que testa diversas formas de jogo e opções para a estreia no Paulistão. Por hora, ainda não há nenhuma escalação provável (que tenha sido divulgada).

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

SPFC corre contra o tempo para ter três reforços

Enquanto a comissão técnica vai trabalhando nas questões táticas e técnicas, a diretoria do São Paulo vem trabalhando em assuntos burocráticos envolvendo a CBF. Isso porque o clube precisa correr se quiser ter três reforços para a estreia deste sábado.

Segundo o ge, o meia Damián Bobadilla e os atacantes Erick e Ferreira ainda não foram regularizados no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF. Apesar da preocupação em relação às possíveis ausências, o clima interno é de otimismo que consiga realizar a operação  a tempo.