São Paulo surpreende e pode participar do Super Mundial de Clubes de 2025

Depois de viver uma década turbulenta em sua história, o São Paulo vai, aos poucos, se colocando de volta no cenário de protagonista do futebol brasileiro e sul-americano. Desde 2021, foram quatro finais disputadas, com dois títulos (Paulistão de 2021 e Copa do Brasil de 2023).

A estratégia da diretoria vem sendo clara: diminuir as dívidas e focar nos torneios mata-mata, nos quais as chances de títulos são maiores em relação ao Campeonato Brasleiro, por exemplo, que é no formato de pontos corridos.

Um dos grandes trunfos do Tricolor vem sendo o apoio de sua torcida dentro do Morumbi. O clube bateu diversos recordes de público em 2023, e 2024 promete ser ainda mais vantajoso em termos de bilheteria. 

Dito isso, a diretoria vem construindo uma equipe forte em relação ao valor investido. Vale lembrar que apesar da grande melhora, o aspecto financeiro ainda não é dos melhores. Até agora, o SPFC já contratou o volante Luiz Gustavo, o meia Damián Bobadilla, e os atacantes Erick e Ferreirinha.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Fora eles, o clube anunciou a extensão de contrato de Lucas Moura e Luciano, duas peças fundamentais na equipe, fora a compra em definitivo de Nahuel Ferraresi. O objetivo de tudo isso é claro: vencer a Libertadores da América.

Caso conquiste o tetracampeonato, o São Paulo ganhará o direito de disputar o novo Mundial de Clubes de 2025. Ou seja, o Tricolor pode voltar a dar a volta ao mundo pela quarta vez, já que em todas as oportunidades que disputou o torneio, saiu com o troféu (1992, 1993 e 2005).