São Paulo se põe contra pedido de Inter, Grêmio e Juventude, diz site

 A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou que fará uma reunião com o conselho técnico no dia 27 de março. O objetivo do encontro é definir sobre a possível paralisação do Campeonato Brasileuro por conta do desastre ambiental no Rio Grande do Sul. 

Internacional, Grêmio e Juventude passam por situações delicadas. Sem poderem treinar em seus respectivos CTs, os times tiveram seus jogos suspensos até o dia 27 deste mês, justamente a data da reunião da CBF. Por sinal, o trio se mostrou a favor da paralisação completa do Brasileirão.

Por outro lado, o portal “No Ataque” informou que Atlético-GO, Flamengo, Palmeiras e São Paulo se mostraram contra a pausa no torneio. Vale destacar que os clubes citados que compõem o eixo Rio-SP ofereceram suas estruturas para as equipe gaúchas como os CTs e seus estádios (Morumbis, Allianz Parque, Arena Barueri e Maracanã).

 “A gente entende que, continuando a trabalhar, exercendo as atividades, podemos ajudar mais do que ficando parado. Tem uma série de outras atividades no Brasil que não foram paradas pela catástrofe. Queremos ajudar da melhor forma, e o Flamengo entende que pode ajudar muito mais se o campeonato seguir”, disse Bruno Spindel, diretor executivo do clube rubro-negro.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Clubes que se mostram a favor da pausa

Tirando o Atlético-GO, os clubes que integram o bloco da Liga Forte União (LFU)  se mostraram a favor da paralisação geral do Brasileirão. São eles:Athletico-PR, Botafogo, Criciúma, Cruzeiro, Cuiabá, Fortaleza, Fluminense, Internacional, Juventude e Vasco.  

“Nossa posição é de apoio total e irrestrito aos clubes gaúchos. A decisão que for melhor para esses clubes, em meio à tragédia, é o que vamos seguir”, disse André Mazucco, diretor de futebol do Athletico-PR.