São Paulo se manifesta sobre proposta por Pedro Caixinha

Neste domingo (6), o São Paulo comunicou a saída oficial de Dorival Júnior da equipe. O treinador aceitou o convite do presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, e será o novo comandante da Seleção Brasileira.  Enquanto isso, seu filho e auxiliar Lucas Silvestre comandará os treinos da pré-temporada até a definição do novo treinador.

A diretoria irá ao mercado para encontrar um novo nome de maneira imediata. O grande favorito para suceder Dorival era o argentino Juan Pablo Vojvoda, do Fortaleza. Após contatos iniciais, ele deixou claro que não sairá do clube atual.

Diante da recusa imediata, o SPFC irá atrás de outras opções no mercado, sejam treinadores que estejam ou não empregados atualmente. Recentemente, o nome de Pedro Caixinha, do Red Bull Bragantino, foi colocado como um dos possíveis candidatos à vaga.

Entretanto, o jornalista Alexandre Zanquetta entrou em contato com a diretoria tricolor, que alegou que o português não foi sondado, mas garantiu que irá intensificar as buscas por um novo comandante.

“Na madrugada, uma informação de sondagem a Pedro Caixinha, algo negado pela direção do clube que afirma que hoje fará as ações necessárias para a resolução de definição do novo técnico”, escreveu Zanquetta, através de seu blog.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

António Oliveira também estaria na mira do SPFC

Outro português que esteve na pauta do Tricolor do Morumbi foi António Oliveira, que atualmente comanda o Cuiabá. Fez um bom trabalho à frente do Dourado neste ano, terminando o Brasileirão em 12° lugar, atrás do próprio São Paulo.

Ciente do possível contato que o treinador receberá, o presidente do Cuiabá garantiu que ele só deixará o comando técnico do clube em caso do pagamento integral do valor da multa rescisória, estipulado em cerca de R$ 5 milhões.