São Paulo pode receber mais 2 reforços inesperados

Apesar da boa fase após a chegada de Luis Zubeldía, o São Paulo ainda sofre bastante com lesões. Diversos atletas estão sob os cuidados do departamento médico. O mais recente foi o atacante Jonathan Calleri, que sofreu um problema muscular na panturrilha durante a vitória contra o Cobresal, no Chile, nesta quarta-feira (8), pela Libertadores.

Zubeldía vem tendo que lidar com os desfalques a cada partida, e espera por uma melhora no departamento e na evolução de cada atleta. Aproveitando o gancho, o jornalista Marcelo Braga, do Globo Esporte, trouxe novidades em relação a possíveis reforços “caseiros” para o treinador argentino.

O jornalista divulgou que Matheus Belém, que sofreu uma contratura muscular e Negrucci, que também sentiu um problema muscular, estão próximos de retornar aos gramados. Vale destacar que nenhuma dessas duas lesões foram divulgadas oficialmente pelo clube.

“Além de Lucas/Rafinha/Rato/Pablo Maia/Welington e agora Calleri, o São Paulo tem o zagueiro Matheus Belém no DM. Teve uma contratura muscular, mas deve voltar a treinar em breve. Negrucci, que teve problema na panturrilha, também ficou indisponível um tempão”, escreveu Marcelo, através de sua conta oficial no X (antigo Twitter).

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Zubeldía fala sobre lesionados no SPFC

Durante a entrevista coletiva após o triunfo contra o Cobresal, que classificou o São Paulo para as oitavas de final da Libertadores, o técnico Luis Zubeldía elogiou a postura do time, mas ao mesmo tempo, lamentou o alto número de atletas que estão sob os cuidados do departamento médico.

“A equipe fez um bom trabalho. O processo do torneio nos ensina as distintas situações que podem se apresentar. É uma aprendizagem. Não estamos baixando o nível. O resultado está sendo favorável, necessito de todo o plantel para formar uma boa equipe. São seis ou sete jogadores lesionados, o Calleri também. Mas a equipe mantém um bom nível. O ideal é ter todos disponíveis, mas é importante que o grupo tenha personalidade para transitar nesse momento”, disse o treinador argentino.