São Paulo pode fechar a maior venda de zagueiro da história do Brasil

Alçado aos profissionais do São Paulo ao longo da última temporada, o jovem Lucas Beraldo precisou de pouco tempo para se tornar peça essencial no time titular. Se aproveitando da ausência de Nahuel Ferraresi, lesionado ainda em janeiro, a joia de Cotia abraçou a oportunidade e já conta com 38 partidas na atual temporada.

Titular absoluto ao lado de Robert Arboleda, o defensor de apenas 19 anos tem sido elogiado pelo ótimo desempenho dentro de campo, que atingiu o ápice com o inédito título da Copa do Brasil no último mês. Chamando a atenção pelas inúmeras estatísticas positivas no ano, Beraldo já desperta o interesse de clubes europeus em seu futebol.

Por esta razão, o São Paulo já se movimentou nos bastidores para se proteger do assédio e anunciou a renovação contratual com Beraldo até o fim de 2028. O novo acordo ainda conta com uma robusta multa rescisória para clubes estrangeiros: R$ 320 milhões pela cotação atual.

De acordo com o portal Trivela, a expectativa da diretoria são-paulina é tornar Beraldo a maior venda de um zagueiro na história do futebol brasileiro. Neste momento, o clube só aceita abrir negociação a partir de 20 milhões de euros (aproximadamente R$ 106 milhões), fato que o faria superar o ex-zagueiro Edmílson, também cria do Tricolor.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Relembre as maiores vendas de zagueiro no futebol brasileiro

1 – Edmílson – do São Paulo para o Lyon, em agosto de 2000
Valores na época: US$ 10,5 milhões (R$ 19,11 milhões)
Valores corrigidos: R$ 113 milhões

2 – Breno – do São Paulo para o Bayern, em dezembro de 2007
Valores na época: US$ 19 milhões (R$ 34,01 milhões)
Valores corrigidos: R$ 101,9 milhões

3 – Alex – do Santos para o PSV, em fevereiro de 2004
Valores na época: US$ 8 milhões (R$ 25 milhões)
Valores corrigidos: R$ 92,9 milhões

4 – Roque Júnior – do Palmeiras para o Milan, em junho de 2000
Valores na época: 8,5 milhões de euros (R$ 14,45 milhões)
Valores corrigidos: R$ 87,6 milhões

5 – Thiago Silva – do Fluminense para o Milan, em dezembro de 2008
Valores na época: 10 milhões de euros (R$ 32,1 milhões)
Valores corrigidos: R$ 85,97 milhões

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.