São Paulo pode comprar mansão de Messi

No último domingo (24), o São Paulo empatou com o Flamengo em 1 a 1, mas mesmo assim, levantou a Copa do Brasil pela primeira vez em sua história. Além da honra, o Tricolor garantiu aos cofres  R$ 70 milhões em premiação pelo troféu. Foi a maior quantia paga pela CBF na história da competição.

O dinheiro é tanto, que o São Paulo consegue pagar muitas coisas, incluindo casas, carros de luxo, entre outros. Apesar disso,  vale lembrar que a diretoria quer utilizar parte do montante para quitar as dividas com o elenco, além da contratação de alguns atletas, tais como a de Caio Paulista em definitivo. Atualmente ele está emprestado junto ao Fluminense.

Em uma situação hipotética, o São Paulo poderia adquirir a mais nova mansão de Lionel Messi, localizada em Fort Lauderdale,  nos Estados Unidos. Sevundo a imprensa norte-americana, o imóvel é avaliado em US$ 9,75 milhões, algo em torno de R$ 53 milhões na conversão atual. O terreno possui 1.600 metros quadrados, e fica a 15 minutos do estádio do Inter Miami. 

 Como se não bastasse, o Tricolor paulosta poderia utilizar parte da grana para investir em outro imóvel de uma celebridade: a cantora Taylor Swift. Ele possui uma mansão localizada em Beverly Hills, nos Estados Unidos, que tem valor estimado em US$ 2,65 milhões que, convertendo a nossa moeda, dá cerca de R$ 13 milhões atualmente. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Em contrapartida, nem o dinheiro de toda a premiação poderia comprar o duplex da artista em Nova York, que custa US$ 18 milhões, cerca de R$ 89 milhões.

Tricolor poderia investir em carro de luxo e veículos populares

Além das casas, o São Paulo poderia comprar um  Rolls-Royce Sweptail novo, que custa em torno de US$ 12 milhões, aproximadamente R$ 60 milhões. O modelo é semelhante aos dos anos 1920 e 1930 que, para alguns, é de uma beleza encantadora. Possui somente dois assentos na parte da frente do veiculo. 

Se quiser mudar um pouco o foco, o São Paulo poderia utilizar os R$ 70 milhões para comprar mil Renault Kwid, carro mais popular do Brasil neste momento.