São Paulo perde seu 5º maior artilheiro em mata-mata pra semi da Copa do Brasil

Nesta quarta-feira (16), o São Paulo encara o Corinthians, às 19h30, no Morumbi, pela volta da semifinal da Copa do Brasil. Para o duelo, o técnico Dorival Júnior contará com um desfalque de peso: Luciano.

O camisa 10 vive um bom momento após a troca no comando são-paulino, se tornou um dos melhores jogadores do time, além de artilheiro. Ele tomou o terceiro cartão amarelo na partida de ida, em Itaquera, e está suspenso por um jogo.

Na ocasião, o atacante foi comemorar o gol marcado por ele mesmo em direção a torcida do rival, chutando a bandeirinha de escanteio e gerando um princípio de confusão. O árbitro Wilton Pereira Sampaio optou por puni-lo com um cartão pois, segundo ele, foi um “ato provocativo”.

A ausência será um problema sério para Dorival resolver. Isto porque o camisa 10 é, ao lado de Jonathan Calleri, o maior artilheiro da temporada, com 10 gols marcados até o momento.

Luciano atinge marcas históricas pelo SPFC

Além disso, Luciano já figura na história do SPFC. Com o gol contra o San Lorenzo, que ajudou a equipe a se classificar para as quartas de final, ele se tornou o quinto maior artilheiro do Soberano em mata-matas, com 18 gols em 41 partidas disputadas.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

A lista é liderada por Luis Fabiano que balançou as redes em 55 oportunidades. É seguido por França,  com 36, Raí, com 25, e Rogério Ceni, que marcou 19.

Junto a ótima marca, Luciano também esbanja o quarto lugar no ranking de artilheiros do São Paulo neste século, com 62 gols marcados. A sua frente estão algumas lendas do clube, tais como Luís Fabiano (212), Rogério Ceni (112) e França (69). Uma posição atrás está Dagoberto, com 61 tentos.