São Paulo perde peça fundamental do conselho pra 2024

Com o planejamento do São Paulo para a próxima temporada já sendo tocado à todo vapor, o clube recebeu uma grande novidade com relação a sua vida política nesta semana. Histórico dirigente e conselheiro vitalício do Tricolor, o médico Marco Aurélio Cunha pediu licença de seu posto no Conselho Deliberativo por dois anos.

O motivo? MAC, como ele também é conhecido no Morumbi, irá voltar a trabalhar no Figueirense, clube por onde atuou entre 1999 e 2000. Indagado da razão de pedir a licença, o dirigente foi bem sincero: “São muitos os motivos, mas o melhor é um convite que recebi para reerguer um clube onde já trabalhei no passado”.

Tradicional clube de Santa Catarina, o Figueirense vive uma das piores crises de sua história. Fundado em 1921 e vice-campeão da Copa do Brasil de 2007, o Figueira escapou por pouco de um trágico rebaixamento para a Série D do Brasileirão e tenta se reerguer através da política da Sociedade Anônima do Futebol (SAF).

De volta ao Orlando Scarpelli após mais de duas décadas, Marco Aurélio Cunha vai comandar o futebol do clube no próximo ano. Em sua primeira passagem, ele foi campeão do Campeonato Catarinense de 1999. Além do conselheiro do São Paulo, o Figueirense também acertou a chegada de Enrico Ambrogini como seu novo CEO.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.