São Paulo não dormiu no ponto ao conseguir R$ 1,3 bilhão com vendas

Apesar da situação complicada sem títulos importantes nos últimos anos, o São Paulo vem fazendo o que sempre foi admirado: a integração de muitos jovens provenientes das categorias de base de Cotia ao profissional.

Sem aporte financeiro para realizar grandes contratações, o clube trata seus jovens atletas como uma esperança real tanto na parte financeira quanto dentro de campo. Atualmente, os mais cobiçados por clubes europeus são Lucas Beraldo, Pablo Maia, Rodrigo Nestor e Welington. 

E de acordo com informações divulgadas pelo site Transfermarkt, o Tricolor do Morumbi está em terceiro lugar no ranking de clubes brasileiros que mais arrecadaram dinheiro em vendas nos últimos 10 anos. Ao todo, o Soberano lucrou 258,2 milhões de euros (cerca de R$ 1,3 bilhão).

O clube conseguiu realizar vendas recentes de joias da base, que aumentaram a receita e contribuíram para o fluxo de caixa, como Antony, Éder Militão, Gabriel Sara, David Neres, Morato e Luiz Araújo.

Além dos famosos “Made in Cotia”, o Tricolor lucrou nos últimos anos com atletas que não foram formados na base, como Cueva, Paulo Henrique Ganso, Lucas Pratto, Maicon, Alan Kardec, etc.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O líder do levantamento é o Flamengo, que se consolidou como uma potência da América nos últimos anos, conquistando duas Libertadores. O clube arrecadou muito dinheiro nas vendas, em especial de dois atletas: Vinicius Junior e Lucas Paquetá, que atualmente jogam na Seleção Brasileira e no Real Madrid e West Ham, respectivamente. No total, o lucro obtido pelo clube carioca foi de  288,1 milhões de euros (cerca de R$ 1,5 bilhão).

Em segundo lugar está o Santos, que viu atletas como Neymar e Rodrygo serem tratados como craques do nível mundial, e foram para Barcelona e Real Madrid, respectivamente. Além deles, Gabigol também teve uma importância nos cofres do Alvinegro Praiano.

Clubes brasileiros que mais lucraram com transferências nos últimos 10 anos

  • 1º – Flamengo: 288,1 milhões de euros (cerca de R$ 1,5 bilhão)
  • 2º – Santos: 270,6 milhões de euros (cerca de R$ 1,4 bilhão)
  • 3º – São Paulo: 258,2 milhões de euros (cerca de R$ 1,3 bilhão)
  • 4º – Palmeiras: 227,3 milhões de euros (cerca de R$ 1,1 bilhão)
  • 5º – Grêmio: 213,9 milhões de euros (cerca de 1,1 R$ bilhão)
  • 6º – Corinthians: 202,9 milhões de euros (cerca de R$ 1 bilhão)