São Paulo não deve mais jogar no Pacaembu

Inaugurado em 27 de abril de 1940, o Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho, carinhosamente chamado de Pacaembu, tornou-se uma das principais praças futebolísticas do estado de São Paulo e do Brasil em pouquíssimo tempo. Casa dos grandes clubes do estado, o histórico palco não recebe uma partida desde 2020.

Apresentando sérios problemas estruturais, o Pacaembu passou por uma licitação para gerir o complexo municipal pelas próximas três décadas. A vencedora foi a concessionária Allegra, que toca uma grande obra no estádio desde então. A previsão é de que o novo Pacaembu seja entregue ainda neste primeiro semestre.

Sao Paulo Pacaembu
Torcida do São Paulo no Pacaembu em 2019. Foto: São Paulo FC.

Mas um “pequeno” detalhe poderá fazer com que o São Paulo permaneça longe do estádio: a grama escolhida pela gestora do local. Nesta semana, a Allegra começou a instalação do gramado sintético. O campo terá um composto de cortiça, material que, segundo a empresa, se adequa melhor às temperaturas da cidade.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Ele é diferente, por exemplo, do termoplástico que causou a interdição do Allianz Parque, casa do Palmeiras, no início deste ano. Com inúmeras lesões provocadas pelo campo sintético do rival em 2023, casos de Ferraresi, Galoppo e Lucas Moura, o São Paulo tem bradado pelo fim da utilização de gramados do tipo no Brasil.

Diretor garante: gramado do Pacaembu será impecável

Em entrevista ao ge.globo, Bruno Souza, diretor da Allegra garantiu que o novo gramado do Pacaembu será um dos melhores do país. Ao todo, foram investidos incríveis R$ 6,5 milhões, com a grama sintética sendo produzido por uma empresa dos Estados Unidos.

“A memória desse fio, quando ele é amassado, a volta é diferente de outros gramados. Ele tem tratamento e manutenção de um gramado natural. Nós regamos, passamos a máquina, removemos e trocamos a cortiça periodicamente. Hoje a gente pode dizer que o Pacaembu é o próximo melhor gramado sintético no Brasil”, afirmou.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.