São Paulo não brinca em serviço e fatura R$ 52,1 milhões

O São Paulo esperava chegar mais longe no Campeonato Paulista desta temporada. Contudo, assim como na temporada passada, deu adeus ao torneio nas quartas de final, novamente após a disputa de pênaltis. 

A eliminação causou um prejuízo estimado de R$ 13 milhões, valor estimado caso o Tricolor tivesse vencido o título. Mesmo assim, a campanha no Estadual também rendeu alguns dados positivos ao Tricolor no âmbito financeiro.

Isso porque em suma, o Campeonato Paulista, diferentemente dos outros estaduais, rende um benefício financeiro alto para os clubes, muito por conta dos direitos televisivos. Vale lembrar também que o Carioca, Gaúcho e Mineiro não possuem premiações para os vencedores.

De acordo com um levantamento realizado e divulgado pela página Finanças Tricolor, o São Paulo embolsou R$ 40 milhões dos direitos de TV do Paulistão.  Em relação a bilheteria, mesmo sem alcançar a final, o São Paulo arrecadou mais que Palmeiras (fechamento do Allianz Parque), Flamengo (divisão das receitas e operação no Maracanã), Grêmio e Atlético-MG. Todos foram campeões de seus respectivos estaduais.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Mesmo eliminado, Tricolor tem ótima receita com o Paulistão

O Tricolor embolsou uma receita líquida de R$ 12,1 milhões, enquanto o Palmeiras arrecadou R$9,1 milhões, seguido de Flamengo (R$ 7,6 milhões), Grêmio (R$ 7,6 milhões) e Atlético-MG (R$ 6,4 milhões).

No total, o São Paulo arrecadou R$ 52,1 milhões, enquanto o Palmeiras ganhou R$ 54,1 milhões (já contando os R$ 5 milhões da premiação). O Rubro-Negro vem logo depois com R$ 28,6 milhões, setuido do Grêmio (R$16,6 milhões) e Atlético-MG (R$ 12,4 milhões).