São Paulo monta barca com 11 jogadores para mandar pra rua

Como não é surpresa para ninguém, o São Paulo já está pensando em 2024. Em reunião com a comissão técnica de Dorival Júnior, foi decidido sobre algumas questões envolvendo o elenco, como as saídas.

O desejo do treinador é contar com um plantel menor em relação a essa ano, que conta com pouco mais de 40 jogadores.  Diante disso, o São Paulo já preparou uma lista de dispensas, segundo o Globoesporte. Confira:

A barca se inicia com os volantes Luan e Jhegson Méndez. A cria de Cotia não vem conseguindo impressionar o treinador, e deve ser negociado, assim como Méndez, que apesar de ter desembarcado no Morumbi neste ano sob status de titular na Copa do Mundo, sequer está sendo relacionado. O contrato do brasileiro vence em dezembro de 2026, enquanto do equatoriano no final de 2025.

Emprestados, Erison, David e Marcos Paulo também devem dar adeus ao Morumbi. Os dois primeiros pertencem ao Botafogo e Internacional, respectivamente, que não querem ampliar o empréstimo, só aceitando uma venda em definitivo, algo que não está nos planos tricolores. Por outro lado, Marcos Paulo retornará ao Atlético de Madrid após se recuperar de lesão.

Felipe Alves é um que tem saída certa do clube. O atleta que foi muito importante na campanha da Sul-Americana de 2022, não jogou sequer uma partida neste ano. Ele não tee o mesmo espaço sob o comando de Dorival em relação a seu antecessor, Rogério Ceni, e seu empréstimo não será renovado.

Raí Ramos foi contratado após o Paulistão deste ano após problemas na lateral-direita. Contudo, o atleta não se adaptou, jogou pouquíssimos jogos e é outro que é um dos mais cotados a se despedirem. Sua situação é a mesma de Alexandre Pato, que encerrará a sua terceira passagem pelo clube.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Trio de Cotia deve se despedir do SPFC

A dupla de zaga formada por Walce e Matheus Belém, ambos cria de Cotia, também deverão se despedir do Tricolor. O primeiro até foi emprestado ao Juventude na temporada, mas foi devolvido após lesão. Ele possui um histórico negativo de lesões, algo que prejudicou muito sua carreira.

Promovido neste ano ao time principal, Matheus Belém atuou em duas partidas pelo SPFC, sendo eleito o melhor do jogo em sua estreia. Com contrato excitando, não chegou a um acordo com o SPFC por renovação.

Por último, Pedro Vilhena, outro formado em Cotia, também integra a lista de dispensas. O jogador tem 21 anos de idade e contrato até julho de 2024. A tendência é que ele seja emprestado para ganhar rodagem.