São Paulo mira atacante do Palmeiras para ser o substituto de Calleri

O sábado de carnaval promete ser agitado para o torcedor do São Paulo. Às 18h (horário de Brasília), no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, o São Paulo encara a Ponte Preta pela sétima rodada do Campeonato Paulista. De acordo com as prévias, a presença do argentino Jonathan Calleri no ataque do Tricolor deve ser confirmada.

Aliás, o argentino é cada vez mais ídolo da torcida, principal referência no ataque do São Paulo e titular incontestável sob o comando de Thiago Carpini. Contudo, o time carece de um reserva para o camisa 9 e essa é uma situação que preocupa o torcedor no caso de ausência do artilheiro.

Nesse sentido, a direção são-paulina está considerando a possibilidade de trazer um atacante que pertence ao rival Palmeiras. Trata-se de Rafael Navarro, jogador vinculado ao alviverde. Anteriormente, o nome de Luiz Adriano, do Internacional, foi cogitado, mas posteriormente descartado.

Segundo informações divulgadas pelo repórter Rafael Emiliano, do Avante Meu Tricolor, o clube do Morumbi busca a contratação de um centroavante para ser inscrito na primeira fase do Estadual, e o nome de Navarro está sendo analisado pela diretoria.

Jogador tem contrato com o Palmeiras até 2026

Rafael Navarro possui contrato com o Palmeiras até o término de 2026, no entanto, encontra-se emprestado até meados deste ano ao Colorado Rapids, dos Estados Unidos. Porém, seus números no atual clube são discretos, tendo marcado apenas um gol em 10 jogos disputados na Major League Soccer (MLS) em 2023.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O atacante mantém vínculo com o Palmeiras até o final de 2026, e o presidente Julio Casares discutiu o assunto com a presidente Leila Pereira na última quinta-feira (8), conforme relatado pelo repórter do Avante Meu Tricolor.

Segundo o repórter, Navarro foi proposto ao São Paulo em um empréstimo sem custos, com o clube paulista responsável apenas pelos salários do jogador. No entanto, a efetivação dessa contratação está condicionada à aprovação do treinador Thiago Carpini.