São Paulo fez o negócio da década e trouxe o 10º melhor jogador do Brasileirão

Há quase quatro anos, o São Paulo fez um de seus maiores negócios dos últimos tempos. Em agosto de 2020, o Tricolor do Morumbi anunciou a troca que renderia muitos gols e outros títulos ao clube. Na ocasião, o atacante Luciano foi trocado com o Grêmio por Everton.

Everton defendia o SPFC desde 2018, mas convivia com muitas lesões e estava em baixa. Por outro lado, Luciano também chegou com uma certa desaprovação após o negócio, já que ele vestiu a camisa do rival Corinthians anteriormente. 

A troca acabou sendo muito mais vantajosa para o São Paulo, que conta até hoje com Luciano, que é o atual camisa 10 da equipe. Por sinal, o atacante ajudou nas conquistas do Campeonato Paulista de 2021, Copa do Brasil do ano passado e Supercopa Rei deste ano. Junto a isso, foi vice-campeão do Paulista e da Copa Sul-Americana em 2022.

O atacante se tornou um ídolo da torcida e tem seu nome gritado pelos são-paulinos em praticamente todas as partidas disputadas no Morumbis. Ele se tornou o artilheiro máximo da equipe nesta temporada, com 11 bolas na rede, além de uma assistência em 32 partidas.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Por sinal, cinco desses gols foram marcados pelo Campeonato Brasileiro, competição na qual o jogador é o décimo com a nota mais alta segundo avaliação do Sofascore, com 7.35. Os líderes são Matheus Pereira (Cruzeiro), com 7.57, seguido de Wesley (Internacional), com 7.55, e o goleiro João Ricardo (Fortaleza), com 7.50.

As atuações do camisa 10 vem ajudando o São Paulo a ficar vivo em todas as frentes que disputa, como o Brasileirão, Libertadores e Copa do Brasil. No torneio de pontos corridos, o Tricolor é o sexto colocado, com 21 pontos. Soma seis vitórias, três empates e quatro derrotas.