São Paulo desiste de contratar jogador após pedida de R$ 1 milhão por mês

Com o final de temporada, a diretoria do São Paulo tem apenas um foco até o início dos jogos em 2024: reforçar a equipe comandada pelo técnico Dorival Júnior. O Tricolor quer aumentar seu poder de fogo para ir em busca da Supercopa do Brasil, disputada em fevereiro, e da Libertadores da América.

Uma das prioridades do clube é a contratação de um atacante que consiga suprir a ausência de Calleri quando necessário, sem perder a efetividade ofensiva do time. Isso porque Erison, que cumpre a função atualmente, não deverá ter seu empréstimo renovado. 

Nos últimos dias, o jornalista argentino Nahuel Ferreira divulgou que os representantes do atacante Roger Martínez ofereceram o atleta ao São Paulo. O colombiano tem 29 anos e também defende a seleção de seu país, assim como James Rodríguez.

O jogador é titular absoluto no Racing, e o Tricolor teria que pagar uma taxa de transferência para concluir a negociação. Em 15 partidas na temporada pelo clube argentino, marcou 4 gols e uma assistência. Antes, atuou no América, do México, por quatro anos.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Tricolor não deve arriscar e contratação fica mais longe

A grande questão é em relação à questão financeira. Além de desembolsar o valor da transferência, o jogador quer ganhar um salário entre R$ 800 mil e R$ 1 milhão, segundo informações divulgadas pelo jornalista Jorge Nicola. Diante disso, o Tricolor deve buscar outro nome para a posição.

“Diante desse cenário, precisando gastar para contratá-lo e com o salário alto, o São Paulo praticamente descartou a chance de Martínez ser contratado. Atleta chegaria para ser reserva do Calleri a um custo muito alto. Ideia do São Paulo é ter um reserva bacana, mas sem grandes investimentos”, disse o jornalista, em vídeo divulgado em seu canal no Youtube.