São Paulo demonstrou interesse em contratar jogador do Corinthians

Depois de trocar o Corinthians pelo Palmeiras, o jovem Lucas Flora, de somente 10 anos de idade, vem chamando a atenção da mídia e de torcedores de ambos os clubes. Em meio a ira dos alvinegros, os pais do jovem divulgaram um comunicado explicando os motivos pelos quais a família optou pela troca de clube.

O jogador se tornou um fenômeno nas redes sociais depois de vários vídeos viralizados em diferentes plataformas. Ele atua tanto no futsal quanto no campo. A família do mesmo disse que a diretoria corintiana demonstrou um “despreparo muito grande” nas conversas, e garantiu que a mudança não foi por questões financeiras, e sim por conta do projeto do Alviverde.

“Alguns pontos tratados ficaram abaixo das nossas expectativas, outros pontos ficaram confusos de entender se realmente sairiam do papel. Por isso, achamos melhor esperar um pouco mais e ir acompanhando o trabalho dessa nova diretoria. Logo após, nós fomos procurados por alguns clubes e empresários, que colocaram em pauta algumas propostas. Comunicamos ao Corinthians sobre o assunto, sempre deixando claro que a prioridade seria do Corinthians pelos motivos óbvios”, divulgou.

Um dos clubes que chegou a entrar em contato com o jogador foi o São Paulo, além do Santos, Atlético-MG e Flamengo. Pelos menos é o que garante o jornalista Jorge Nicola, em vídeo divulgado em seu canal no Youtube. Apesar disso, ele já está acertado com o Palmeiras.

Outro ponto importante citado pela família é que o clube não ajudava no pagamento das despesas de viagens e hospedagens. Além disso, sentiram que o Corinthians dava pouca importância ao assunto.

Confira a nota da família de Lucas Flora

“Há três anos, acompanhamos fielmente nosso filho aos treinos e jogos do Corinthians, arcando com todas as despesas e custos (viagens, transporte, gasolina, alimentação, chuteiras…) que se fazem necessárias para essa jornada.

Tivemos nesse período muitas insatisfações que surgiram no meio do caminho, que por vezes tentaram nos atrapalhar, mas seguimos firmemente no objetivo.

Em muitas ocasiões, fomos abordados por outros clubes, com propostas, projetos e ofertas financeiras… E sempre agradecemos o interesse e reconhecimento pelo nosso pequeno, mas seguimos em frente com nosso propósito no Corinthians.

Nesse ano 2024, o Flora já afastado do clube, fomos abordados pela nova diretoria, que nos perguntou qual seria a necessidade do Flora para voltar aos treinos.

Em resposta, mencionamos que para essa nova jornada havia necessidade de uma ajuda de custo para as principais necessidades do garoto e um pouco mais de tranquilidade para a família, mas o que mais nos preocupava era a falta de um projeto para ele ou talvez um plano de carreira.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Assim, aceitamos o convite da nova diretoria para conhecer o CT e nos apresentar um projeto. Ao chegarmos lá, nos apresentaram a estrutura e os jogadores profissionais. Falaram, então, sobre o projeto e ajuda de custo.

Além de acharmos que alguns pontos tratados ficaram abaixo das nossas expectativas, outros pontos ficaram confusos de entender se realmente sairiam do papel.

Por isso, achamos melhor esperar um pouco mais e ir acompanhando o trabalho dessa nova diretoria, pois lá atrás já havíamos tido algumas promessas que não foram cumpridas.

Logo após, nós fomos procurados por alguns clubes e empresários, que colocaram em pauta algumas propostas. Comunicamos ao Corinthians sobre o assunto, sempre deixando claro que a prioridade seria do Corinthians pelos motivos óbvios

E o mesmo falamos para todos os clubes que nos procuraram, que a prioridade era do Corinthians. Falamos sobre a questão financeira ser importante, mas que a nossa preocupação era em termos um bom projeto e estrutura para nosso filho poder se desenvolver.

Então tivemos uma nova conversa com o Corinthians, onde não foi apresentada nenhuma novidade em relação ao projeto anterior. Por fim, nessa semana, a direção do Corinthians demonstrou um despreparo muito grande, mesmo podendo nos contactar para conversar, preferiu ir a um programa de entrevistas munido de algumas informações não verdadeiras e expor uma criança de 10 anos e sua família.

Não estamos aqui para falar de negociação e nem atacar ninguém, apenas darmos uma satisfação por muito respeito e admiração à torcida. Só achamos que deveriam ter tido mais cuidado ao querer expor dessa maneira um garoto que vestiu e honrou durante todo esse tempo a camisa do Corinthians.

Nós como pais, sabemos bem o valor que nosso filho tem para nós, nunca foi sobre dinheiro, mas sim sobre reconhecimento, atenção, carinho e cuidado… Ninguém é melhor que ninguém, mas cada um sabe seu valor!

Até a presente data, não temos nada acertado com ninguém e com qualquer outro clube. O que temos é uma demonstração de reconhecimento pelo nosso bem mais precioso, vindo de outros clubes, ao contrário daquele que durante todo esse tempo ele vestiu a camisa e honrou.”