São Paulo coloca o Botafogo na Justiça e exige quase R$ 4 milhões

Ao que tudo indica, a boa relação entre o São Paulo e o Botafogo vem se deteriorando com o passar do tempo. O Tricolor não está satisfeito com a postura recente da diretoria carioca, e optou por entrar com uma ação judicial contra o clube do Rio de Janeiro. 

Isso porque nesta segunda-feira (1°), o São Paulo acionou o Botafogo na Justiça cobrando o valor de  R$ 3.774.730,75, referente a transferência do meia Tchê Tchê, realizada em abril de 2022. A informação foi divulgada pelo jornalista Ancelmo Gois, do jornal O Globo. 

Segundo informações divulgadas pela mesma fonte, a diretoria são-paulina está irritada pela falta do pagamento pela compra do atleta, que fará dois anos neste mês.  O Botafogo não cumpriu com o acordo, e ainda deve quitar duas parcelas de R$ 1,3 milhão cada. Ambas deveriam ter sido pagas ainda no ano passado. 

Junto a isso, o Tricolor também pede um valor referente a bônus esportivos previstos na transferência, que totalizam duas parcelas de 75 mil dólares, ou seja, algo em torno de R$ 760 mil na cotação atual.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Justamente por conta da boa relação entre os clubes, o São Paulo tentou a solução amigável e o contato direto com o Botafogo, que por outro lado, não efetuou o pagamento. Irritado, o SPFC optou por resolver o caso na Justiça. 

Botafogo divulga resposta sobre o caso

O clube carioca entrou em contato com o portal FogãoNET, e garantiu que entende o uso da Justiça por parte do São Paulo. A esperança é que a relação entre ambos não seja afetada por essa desavença.

“A Justiça é um caminho usual para conciliar divergências existentes entre partes em um acordo. O Botafogo confia que vai chegar a bons termos com o São Paulo, um parceiro histórico do Clube”, disse o Botafogo.