São Paulo cobra 4x menos que o Corinthians e pode fechar com o Santos

Depois de colocar mais de 50 mil torcedores nas arquibancadas do MorumBis no duelo contra o São Bernardo no último final de semana, o Santos já definiu: quer voltar a atuar na capital paulistana. Já classificado para a próxima fase do Campeonato Paulista, o Peixe quer jogar em São Paulo já nas quartas de final do estadual.

A ideia, já defendida pelo presidente Marcelo Teixeira, ganhou forças durante a semana. Segundo informações da ESPN, um outro palco da capital chegou a ser cogitado pela diretoria santista: a Neo Química Arena, casa do Corinthians. O rival, inclusive, aceita avançar nas negociações caso seja precocemente eliminado.

O Santos, porém, esbarra nos valores pedidos pela diretoria corintiana. Depois de pagar “apenas” R$ 200 mil pelo aluguel do MorumBis ao São Paulo, o Peixe teria de desembolsar quatro vezes mais para atuar no estádio do Corinthians. No momento, o Santos enfrentaria a Portuguesa, atual segunda colocada no Grupo A.

Com o aluguel de R$ 800 mil, a Neo Química Arena deve se tornar inviável ao Peixe. Para se ter uma ideia, o clube gastou R$ 809,67 mil ao todo para mandar o jogo frente ao São Bernardo na casa do São Paulo. A partida ainda deu um retorno financeiro gigantesco, com o Santos embolsando cerca de R$ 1,2 milhão.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Em entrevista, Marcelo Teixeira revelou planos de retornar ao estádio: “Pode acontecer, é viável fazer um jogo decisivo no MorumBis. Vamos aguardar quem serão os finalistas. Temos que ver os confrontos para não ter os jogos concomitantes. Se não tiver esse empecilho, o Santos poderá mudar o seu mando nas quartas”.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.