São Paulo achou que estava dando chapéu no City e acabou perdendo R$ 22 milhões

Campeão inédito da Copa do Brasil no último ano, o São Paulo não se importou em gastar incríveis R$ 22 milhões para realizar um velho desejo: contar com o atacante Ferreirinha, cria das divisões de base do Grêmio. Procurado em outras janelas, o jogador de 26 anos foi confirmado como reforço são-paulino em janeiro.

Para contar com o atleta, o São Paulo superou a forte concorrência do Bahia, clube que conta com o forte aporte financeira de sua SAF gerida pelo Grupo City. Passados seis meses, Ferreirinha até acumula bons números no Morumbi, com cinco gols marcados em 24 partidas, mas jamais se tornou titular indiscutível da equipe.

Sem entrar em campo desde 23 de maio, o atacante foi titular em apenas 11 compromissos na temporada. Com Zubeldía, contratado no fim de abril para o lugar do demitido Thiago Carpini, o camisa 47 entrou em campo em sete oportunidades, três delas como titular. No período, ele somou apenas uma assistência distribuída.

Parando nos cinco gols anotados no ano, Ferreirinha viu Calleri, com oito, e Luciano, com nove, aumentarem a distância na disputa pela artilharia são-paulina no ano e agora ocupa a terceira colocação da lista com o ídolo Lucas Moura.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Veja os números de Ferreirinha pelo São Paulo

  • Campeonato Paulista – 13 jogos, 624 minutos e três gols
  • Supercopa do Brasil – Um jogo e oito minutos
  • Copa do Brasil – Dois jogos e 39 minutos
  • Libertadores – Quatro jogos, 252 minutos e uma assistência
  • Brasileirão – Quatro jogos, 103 minutos e dois gols
  • Total: 24 jogos, 1026 minutos, cinco gols e uma assistência

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.