São Paulo abriu conversas com atacante de quase 2 metros

Já não é segredo para ninguém: o São Paulo está no mercado de transferências na busca de um novo centroavante. Preocupado em encontrar um nome capaz de se tornar uma espécie de “sombra” para o artilheiro Jonathan Calleri, o clube tem um velho conhecido entre um de seus alvos: Pedro Raul, de 27 anos.

Vice-artilheiro do Campeonato Brasileiro de 2022, o jogador esteve na mira são-paulina no fim do último ano, mas optou por fechar contrato com o Vasco da Gama, recém adquirido pela empresa 777 Partners. A aposta, no entanto, se mostrou errada. Convivendo com fortes críticas, Pedro Raul ficaria no clube por apenas sete meses.

Negociado com o Toluca, do México, por 5 milhões de dólares (R$ 27 milhões, na época), ele volta a ser alvo do São Paulo no mercado após não ter um bom rendimento na América do Norte. Sem balançar as redes desde setembro, Pedro Raul tornou-se opção no banco de reservas. Ele não é titular desde o dia 1º de outubro.

Nos bastidores, o São Paulo ainda avalia qual o melhor modelo de negócio para entender se avança para um empréstimo ou uma compra dos direitos econômicos do atacante. Dono de boas passagens por Atlético-GO, Botafogo e Goiás, Pedro Raul chama a atenção por seu porte físico e altura de 1,93 metros.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Relembre a carreira de Pedro Raul, alvo do São Paulo

  • 2017: Cruzeiro/RS – 2 jogos disputados
  • 2018/19: Vitória de Guimarães – 24 jogos disputados e nove gols marcados
  • 2019: Atlético Goianiense – 47 jogos disputados e 12 gols marcados
  • 2020: Botafogo – 39 jogos disputados e 12 gols marcados
  • 2021: Kashiwa Reysol – 11 jogos disputados e três gols marcados
  • 2022: Juárez – 7 jogos disputados e dois gols marcados
  • 2022: Goiás – 50 jogos disputados e 26 gols marcados
  • 2023: Vasco da Gama – 25 jogos disputados e nove gols marcados
  • 2023: Toluca – 18 jogos disputados e quatro gols marcados

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.