Saiu chutado do São Paulo e logo na estreia salvou o novo time

Neste domingo (28), Athletico-PR e Juventude ficaram no empate em 1 a 1  no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. Os mandantes inauguraram o placar ainda na primeira etapa com Erick Farias, mas tomaram o empate na segunda etapa. Por sinal, o herói do time de Curitiba foi o meia Nikão, que teve passagem frustrada pelo São Paulo.

A primeira etapa contou com um domínio maior do Juventude que aproveitava a força de jogar em casa para esboçar uma pressão no adversário. O gol saiu aos sete minutos, quando Barbosa cruzou para Erick Farias, que dominou e bateu de perna esquerda. 

Dito isso, a equipe comandada pelo técnico Cuca se lançou para o ataque para buscar a reação. Entretanto, a defesa do Juventude conseguiu segurar e não dava chances. A partida foi ficando tensa e com muitas faltas marcadas.

A situação foi bem diferente no segundo tempo. O Athetico voltou com tudo e pressionou demais o Juventude nos primeiros minutos. A pressão acabou dando certo após Nikão marcar e salvar o CAP.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Passagem frustrada pelo SPFC

Nikão assinou com o São Paulo no começo de 2022, se tornando uma das maiores esperanças da torcida tricolor naquela temporada. Isso porque ele vinha de ótimas atuações com a camisa do Athletico, clube no qual é ídolo. Contudo, não conseguiu ter um bom desempenho, e jamais se firmou como titular.

Passou o ano de 2023 inteiro empate ao Cruzeiro, onde também não conseguiu acumular boas atuações. O clube optou por não comprá-lo em definitivo e ele voltou ao MorumBis. Chegou a ser testado por Thiago Carpini em 2024, mas não convenceu. O SPFC o emprestou  ao Athletico até o final do ano, data de encerramento de seu contrato.