Rogério Ceni usou a camisa 10 e superou Rei Pelé

Dono de incríveis 18 títulos de primeira prateleira entre 1993 e 2015, o ex-goleiro Rogério Ceni é considerado por muitos torcedores como o maior ídolo da história do São Paulo. Bicampeão da Copa Libertadores e do Mundial de Clubes, o agora técnico encerrou sua vitoriosa carreira nos gramados com 1237 jogos pelo clube.

Tal número, inclusive, o fez superar uma outra lenda do país: Pelé. Antes de Ceni atingir a expressiva marca, era o Rei que detinha o topo do ranking de jogadores com mais jogos por um único clube. Ídolo máximo do Santos, Pelé somou incríveis 1116 partidas pelo clube da Vila Belmiro, eterno rival do São Paulo.

Quando chegou aos 1117 jogos pelo Tricolor, durante o Campeonato Brasileiro de 2013, Ceni foi homenageado pelo São Paulo e vestiu o histórico número 10, eternizado por Pelé. Em campo, o ídolo são-paulino foi um dos destaques do empate por 1 a 1 frente ao Botafogo e saiu aclamado pelos torcedores presentes no Morumbi.

Pendurando as luvas apenas dois anos depois, Ceni expandiu seu recorde para 1237 jogos. O Top 5 ainda conta com Roberto Dinamite, que somou 1110 partidas pelo Vasco da Gama, Fábio, dono de 976 jogos pelo Cruzeiro, e Ademir da Guia, ídolo do Palmeiras com 901 presenças.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Confira os jogadores que mais atuaram pelo mesmo clube

  1. Rogério Ceni (São Paulo) – 1237 jogos
  2. Pelé (Santos) – 1116
  3. Roberto Dinamite (Vasco) – 1110
  4. Fábio (Cruzeiro) – 976
  5. Ademir da Guia (Palmeiras) – 901
  6. Júnior (Flamengo) – 876
  7. Harlei (Goiás) – 831
  8. Wladimir (Corinthians) – 805
  9. Valdomiro (Internacional) – 803
  10. Magrão (Sport Recife) – 731

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.