Rogério Ceni deveria ter sido melhor do mundo em 2005? Veja só

Apontado por muitos como o maior ídolo da história do São Paulo, Rogério Ceni fez história ao vestir a camisa tricolor entre 1993 e 2015. Dono de inúmeros títulos e recordes, o ex-goleiro acumulou 1237 jogos pelo clube. E, apesar de atuar embaixo das traves, ainda contribuiu com incríveis 131 gols anotados no período.

Reconhecido por sua enorme capacidade nas cobranças de pênaltis e faltas, Ceni teve o melhor ano de sua carreira em 2005. Capitão da equipe comandada por Paulo Autuori, o então camisa 1 conquistou o Campeonato Paulista, a Copa Libertadores da América e o sonhado Mundial de Clubes da FIFA contra o gigante Liverpool.

Decisivo na decisão frente aos ingleses com uma história defesa após uma cobrança de falta do meia Steven Gerrard, o ídolo são-paulino chocou o mundo com os números conquistas naquela temporada: foram 21 gols anotados em 75 partidas. Mesmo sendo goleiro, Ceni encerrou o ano como o maior artilheiro do São Paulo.

Eleito como o Craque da Libertadores, o goleiro ainda venceria a Bola de Ouro do Mundial de Clubes. Prêmios que poderiam lhe alçar ao posto de melhor jogador do mundo na temporada. O prêmio, no entanto, ficou com o astro Ronaldinho Gaúcho, então defendendo as cores do Barcelona.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Relembre as conquistas de Rogério Ceni pelo São Paulo

  • Copa Libertadores da América: 1993 e 2005
  • Supercopa Libertadores: 1993
  • Copa Intercontinental: 1993
  • Recopa Sul-Americana: 1993 e 1994
  • Copa CONMEBOL: 1994
  • Copa Master da CONMEBOL: 1996
  • Campeonato Paulista: 1998, 2000 e 2005
  • Torneio Rio–São Paulo: 2001
  • Supercampeonato Paulista: 2002
  • Copa do Mundo de Clubes da FIFA: 2005
  • Campeonato Brasileiro: 2006, 2007 e 2008
  • Copa Sul-Americana: 2012

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.