Rodrigo Caetano pode salvar o São Paulo de perder peça importante

Depois de tirar Dorival Júnior do São Paulo, Ednaldo Rodrigues, atual presidente da CBF, pode tirar mais uma peça de extrema importância do Tricolor. De acordo com informações divulgadas pela Itatiaia, o mandatário está mirando em dois dirigentes de clubes brasileiros para assumir o cargo de coordenador de Seleções: Rodrigo Caetano, do Atlético-MG, e Rui Costa, do SPFC.

Apesar de não ter pressa para anunciar a escolha, a entidade quer que o novo dirigente esteja no cargo até o primeiro dia de março, quando Dorival Júnior irá anunciar sua primeira lista de convocados. A Seleção encara a Inglaterra no dia 23 de março, em Wembley, Londres, e a Espanha, no dia 23, no Santiago Bernabéu, em Madri.

Ainda de acordo com a mesma fonte citada, Ednaldo Rodrigues quer tratar a situação com muita cautela, uma vez que ambos os nomes possuem contrato vigente com seus clubes. Houve um descontentamento da parte do SPFC ao perder Dorival no início da pré-temporada.

A ideia é ligar primeiro para os clubes para depois entrar em contato com os profissionais. A primeira opção da CBF é de fato Rodrigo Caetano, que caso assuma, pode impedir outra perda considerável no Tricolor. Rui Costa corre por fora, assim como Thiago Scuro, do Monaco, da França.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Rodrigo Caetano é um dos homens de maior influência dentro do Atlético, e acumula passagens por diversos clubes de nome do país, como  Vasco, Flamengo, Inter, Fluminense e Grêmio. No início do ano, recusou uma abordagem do Corinthians

O cargo em questão terá como função comandar o departamento inteiro da CBF, incluindo as categorias de base. Quem estava nesta posição no passado era Juninho Paulista, apesar de algumas diferenças nas tarefas.