Robinho deverá ser julgado pelo STJ em 2024 e pode ser preso

Ídolo do Santos, por onde foi bicampeão do Brasileirão em 2002 e 2004 e conquistou a Copa do Brasil em 2011, o ex-atacante Robinho vive dias nebulosos em sua vida pessoal após o Ministério Público Federal (MPF) defender que o jogador cumpra, no Brasil, a pena de nove anos de detenção imposta pela Justiça da Itália.

Dono de passagens também por Real Madrid, Manchester City, Milan e Atlético Mineiro, Robinho teria participado de um ato de violência sexual contra uma mulher de origem albanesa com outros cinco amigos em janeiro de 2013 na cidade de Milão. Por este suposto crime, foi julgado e considerado culpado no ano retrasado.

Sentenca Robinho
Capa da sentença de Robinho na Itália — Foto: Reprodução

Como já residia no Brasil, o ex-Santos não foi preso pelo fato do país não extraditar seus cidadãos. Mesmo assim, o Tribunal de Milão solicitou ao governo brasileiro que homologue a sentença, transferindo a execução da pena. Algo que foi aceito pelo MPF.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Agora, o ídolo santista deverá ser julgado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) do Brasil em 2024. A corte definirá se Robinho irá ou não cumprir sua pena em território nacional. A Procuradoria-Geral da República (PGR) e o Ministério Público já defenderam que a pena seja homologada.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.