Rival não quis nem saber e atirou terço do Goleiro Jean para a torcida

Cria das divisões de base do Bahia, Jean Paulo Fernandes Filho chegou ao São Paulo cercado de expectativas em dezembro de 2017. Então nova aposta do clube para assumir a posição após a aposentadoria do ídolo Rogério Ceni, o goleiro ficou longe de render o esperado no Morumbi. Para piorar, acumulou polêmicas em sua passagem.

A pior dela, é claro, foi a prisão nos Estados Unidos após agredir sua então esposa em viagem familiar. Retornando ao Brasil, Jean não voltaria a vestir a camisa são-paulina e acumularia empréstimos para Atlético-GO e Cerro Porteño. No tradicional clube paraguaio, ele reencontraria seu bom futebol e acabaria adquirido no início de 2022.

Custando US$ 1,1 milhão (cerca de R$ 6,2 milhões) aos cofres do Cerro, Jean se tornou ídolo do clube desde então. Mesmo assim, esteve longe de encerrar as polêmicas em sua carreira. Há dois anos, por exemplo, ele foi o centro de uma grande confusão no clássico com o Olimpia pela primeira fase da Copa Libertadores da América.

Perto do fim da partida, Jean notou que o terço que havia colocado próximo ao seu gol havia sumido. Indignado, o brasileiro bateu boca com atletas do rival após cobrar de um gandula sobre o que teria acontecido com a peça religiosa. Em seu perfil oficial no Instagram, o próprio Jean revelou o “destino” do objeto pessoal.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“No final do jogo, um gandula, provavelmente jovem jogador do Olimpia, jogou meu terço para a torcida. Nem me toquei na hora, só fui pedir meu terço de volta porque é algo sentimental que meu avô deu mim antes de morrer”, disse o ex-São Paulo.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.