Rival do São Paulo na Série A pode ser expulso de campeonato

De acordo com informações divulgadas pelo portal Globo Esporte, o julgamento do pedido de exclusão do Atlético-MG foi adiado pelo Tribunal de Justiça Desportiva de Minas Gerais ( TJD-MG). Na ocasião, o time poderia enfrentar sérias consequências e ser excluído desta edição do Campeonato Mineiro.

O clube acabou sendo indicado por quatro infrações, mas como o relator não analisou as provas da defesa, foi decidido pelo adiamento do julgamento. Segundo o ge, Luiz Ribeiro, advogado do clube, teria enviado as provas perto da sessão.

Relembre o caso

No clássico contra o Cruzeiro, no qual terminou em uma vitória da equipe ceeste por 2 a 0, em plena Arena MRV, o Atlético recebeu denuncias de homofobia (torcedores gritaram “bicha” ao goleiro Rafael). 

“No momento da aplicação da pena, além da aplicação da multa descrita no art. 243-G, pleiteia-se a EXCLUSÃO do Atlético Mineiro SAF do campeonato, nos termos do art. 170, XI do CBJD, subsidiariamente, pleiteia-se a perda de pontos e perda de mando de campo, nos termos do art. 170, V e VII, ambos do CBJD”.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Segundo o Código Brasileiro de Justiça Desportiva, a multa prevista pode variar de R$ 100 a R$ 100 mil.  O procurador pediu a perda de mando de campo e a perda de pontos no Campeonato Mineiro.

Além do caso de homofobia, o Atlético foi denunciado por conta de arremessos de objetos pela torcida, invasão de campo e descumprimento do regulamento. A pena é a mesma. Na ocasião, os objetos foram arremessados no primeiro gol cruzeirense, no segundo e ao final do duelo, alguns torcedores tentaram invadir o campo.