Revelou ídolo do São Paulo e ainda mantém projeto social no Nordeste

Uma curiosa história envolvendo um campo de terra batida na cidade de Caruaru, em Pernambuco, ganhou as páginas do portal GE.com nesta quinta-feira, dia 10 de agosto. Personagem principal de um projeto social que já dura 47 anos, o treinador Ridelson foi o responsável por revelar um grande ídolo contemporâneo do São Paulo.

Ainda na década de 80, o então jovem Josué deu seus primeiros passos no futebol no campo da Boa Vista. Anos depois, já em 1996, se tornaria profissional pelo Goiás, onde acumularia quase 200 jogos antes de se mudar para o São Paulo em 2005. No Tricolor, o volante viveria a melhor fase de sua vitoriosa carreira.

Em três temporadas com a camisa são-paulina, Josué conquistou cinco taças: Campeonato Paulista, Copa Libertadores da América e Mundial de Clubes em 2005, além do bicampeonato brasileiro em 2006 e 2007. Depois de 158 partidas, acabaria vendido ao Wolfsburg, da Alemanha, e chegou a fazer parte da Seleção Brasileira na Copa de 2010.

Descobridor do ídolo são-paulino, Ridelson guarda, com muito carinho, uma foto do pupilo ao lado do ex-atacante Araújo, outro revelado nos campos de Caruaru: “O Josué era conhecido aqui por Zu e o irmão dele, o Josias, jogava muita bola. Aí eu chamei os dois pra cá. Já Araújo jogava na escola Duque de Caxias e chamei para cá”.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Josue infancia
Araújo e Josué na infância — Foto: Ridelson Morato / Arquivo Pessoal

Mesmo contando com um currículo invejável de revelar dois grandes jogadores, o “professor” Ridelson mantém o mesmo dia-a-dia de 47 anos atrás: “Eu não cobro nada. Eles só precisam estudar. Se não estudar, acabou. Pode ser até o novo Pelé. Quero que estude e seja um cidadão antes de ser jogador de futebol”.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.