Revelado salário de Eder para trocar o São Paulo por time da Série B

Após sua saída do Jiangsu Suning, da China,  no começo de 2021, o atacante Eder foi contratado a custo zero pelo São Paulo. O jogador chegou sob grandes olhares e expectativas, uma vez que teve uma boa carreira no futebol europeu, em especial, no italiano.

O atleta teve passagem de destaque na Sampdoria, culminando em um transferência para a Inter de Milão, um dos maiores clubes do país e do Velho Continente. Além disso, defendeu a Itália na Eurocopa de 2016.

Contudo, seu desempenho foi muito abaixo do esperado. Não conseguiu garantir sua vaga entre os titulares nem com Hernán Crespo, campeão do Paulistão de 2021, nem com Rogério Ceni, vice do Estadual e da Sul-Americana em 2022.

Seu desempenho era fortemente criticado pela torcida, alegando que o que demonstrava em campo não condizia com seu alto salário, que era na faixa dos R$ 500 mil mensais. Era um dos jogadores mais bem pagos do plantel são-paulino.

Eder deixou o Morumbi no final do ano passado, após seu vínculo não ser renovado. O Tricolor entrou em um acordo para o pagamento de dívidas antigas. Após a saída do Tricolor, acertou com o Criciúma.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Depois de retornar ao Criciúma, Eder teve participação fundamental no acesso

Para retornar ao clube do coração no qual foi revelado, Eder abriu mão de muito dinheiro. Segundo informações divulgadas pelo jornalista Marco Búrigo, especialista na cobertura do Criciúma, o jogador teve uma diminuição considerável de seu salário, que atualmente chega na casa dos R$ 50 mil.

Neste final de semana, o Criciúma garantiu o acesso à Série A do Campeonato Brasileiro. Com uma rodada a ser disputada, o clube catarinense comemorou a ótima campanha junto a torcida. Por sinal, Eder teve participação fundamental. Em 26 partidas disputadas no torneio, marcou nove gols e distribuiu duas assistências.