Revelado quanto o São Paulo pagou de bicho pela vitória no clássico

Depois de longos dez anos de espera, o torcedor do São Paulo pode enfim dizer que bateu o arquirrival Corinthians na Neo Química Arena. A longa espera para a quebra do incômodo tabu chegou ao fim da noite desta terça-feira (30), com o Tricolor batendo o Alvinegro pelo placar de 2 a 1 na quarta rodada do Campeonato Paulista.

O triunfo são-paulino veio com gols de Jonathan Calleri, aos 20 minutos do primeiro tempo, e Luiz Gustavo, aos 16 da segunda etapa. O jovem Arthur Sousa descontou para os mandantes já na reta final do encontro. A histórica vitória sobre o rival rendeu festa dentro de campo e nos vestiários do São Paulo logo após o apito final.

Entusiasmado, Julio Casares, presidente do clube, até admitiu que pagou uma premiação aos jogadores pela quebra de tabu: “Teve um prêmio, um adicional bônus. Eles merecem. Eu não tenho vergonha de dizer. O incentivo às vezes é bom. O dirigente tem que sentir a hora que deve fazer. Não é uma regra, mas às vezes tem que ter”.

Já na manhã desta quarta-feira (31), Paulo Vinícius Coelho, um dos nomes mais respeitados do jornalismo esportivo brasileiro, foi atrás da informação de quanto o mandatário teria pago aos jogadores como “bicho” pela vitória. Em sua coluna para o UOL Esporte, PVC afirma que o bônus foi de R$ 350 mil para todo o elenco.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“Pela minha apuração, essa bonificação foi em torno de R$ 350 mil para todo o grupo. O São Paulo não dá bônus, bicho para jogo do Campeonato Paulista, mas deu bicho para o jogo de ontem. Não é nem tão gordo considerando o salário dos jogadores, mas deu R$ 350 mil para dividir entre os jogadores”, afirmou o jornalista.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.