Reforço mais caro da história do Vasco perde espaço e pode ser opção pro São Paulo

Um dos clubes mais tradicionais do futebol brasileiro, o Vasco da Gama foi mais um a apostar na nova política da Sociedade Anônima de Futebol (SAF) para retornar aos tempos de glória após quatro rebaixamentos para a Série B do Brasileirão. Com forte aporte da 777 Partners, o Cruz-Maltino tem investido milhões no mercado.

Foi o caso com o zagueiro João Victor, de 25 anos. Cria das divisões de base do Corinthians, o jogador chegou à São Januário em em dezembro do ano passado depois do Vasco topar pagar R$ 32 milhões para tirá-lo do Benfica. Na época, João Victor chegou a ser apontado como desejo do São Paulo, então dirigido por Dorival Jr.

Seis meses depois, o cenário para o reforço vascaíno é incerto. Isto porque, nos últimos 10 jogos em que foi relacionado, João Victor foi titular em apenas cinco e não saiu do banco de reservas em dois mesmo sendo o reforço mais caro da história do Vasco. No ano, o defensor soma 896 minutos em campo em 14 jogos.

Em baixa, João Victor deve voltar a ganhar chances após a demissão do técnico Ramón Díaz, responsável por deixá-lo de fora da equipe titular nas últimas semanas. O certo é que, se não emplacar com o interino Rafael Paiva, o zagueiro pode virar opção no mercado em breve.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Nos bastidores do Vasco, o defensor conta com uma rusga com o chileno Medel, um dos atletas mais experientes do elenco e atual capitão. Em um treinamento, Medel se estranhou com Juan Sforza, e João Victor saiu em defesa do argentino. Este foi, inclusive, um dos motivos apontados por fontes para ele sair do time.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.