Rebaixou Corinthians e Palmeiras e sua profissão agora é inacreditável

Natural da cidade de Conceição do Araguaia, no Pará, Élson Falcão da Silva tem muita história para contar dentro do futebol brasileiro. Hoje com 41 anos de idade e aposentado dos gramados desde 2016, o ex-meia pode se orgulhar em dizer que ajudou nos primeiros rebaixamentos de Palmeiras e Corinthians em 2002 e 2007, respectivamente.

Apesar de paraense, Élson se profissionalizou no Ituano. Campeão estadual em 2002, ele foi emprestado ao Vitória para a disputa do Brasileirão daquele ano e estaria no jogo que selaria o rebaixamento do Palmeiras para a Série B. Em um Barradão absolutamente lotado, o Rubro-Negro não teve piedade e venceu por 4 a 3.

Presente em campo naquele 17 de novembro de 2002, Élson selaria a paz com a torcida palmeirense no ano seguinte. Contratado pelo clube para a disputa da Série B, ele fez parte do elenco que devolveu o Alviverde para a elite do futebol brasileiro. Ele ainda permaneceria no Parque Antarctica até o ano de 2005, quando se mudou para a Alemanha.

Dois anos depois, a relação entre Élson e Palmeiras ganharia um novo capítulo. Emprestado pelo Stuttgart ao Goiás, o então meia ajudou a livrar o Esmeraldino do rebaixamento ao anotar dois gols na última rodada. Para melhorar, o Corinthians acabaria ocupando o lugar na zona de rebaixamento do Brasileirão.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Carrasco tanto de Palmeiras quanto de Corinthians, Élson hoje reside no litoral norte de São Paulo. Em recente entrevista, o ex-jogador revelou que optou por uma vida mais tranquila. Sua nova profissão, inclusive, é bem diferente da antiga: Élson trabalha em uma cooperativa com cerca de 30 motoristas de transporte público.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.